Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

31 julho 2006

RIA, SE PUDER: UMA QUESTÃO DE ORIGEM


O SUS – Sistema Único de Saúde e o SUSTO – Sistema Único de Saúde Tratado por Origem é o que faz a diferença. O Ministro da Saúde visitava um hospital acompanhado pelo diretor. Ao passarem numa enfermaria deparam com um doente a masturbar-se furiosamente e o ministro pergunta o que se passa com o paciente. O diretor do hospital informa o Ministro de que é um caso patológico que implica que o paciente tenha de ejacular de 2 em 2 horas porque senão os testículos ficam desmesuradamente inchados.
A visita continua e logo mais à frente, num quarto, deparam-se com uma enfermeira a fazer sexo oral a outro paciente. O Ministro estupefato pergunta o que aquilo significa, ao que o diretor responde, consultando a ficha do doente: - Sr. ministro, é um caso absolutamente igual ao anterior, só que este doente vem de plano privado de saúde, e não pelo SUS.

5 comentários:

Serjão disse...

Se eu começar a falar do SUS aqui eu não paro mais, Jarbas. Deixa quieto. Só falta o hospital do tal diretor ter dupla porta de entrada. Ou tem? (rs)

Passarim disse...

Serjão,
Todo hospital conveniado tem duas entradas uma para os pacientes do SUS e outra para os dos planos privados. A entrada inferior, é claro é a do SUS. Já a entrada para pacientes privados é de primeiro mundo. Abs. Jarbas

Serjão disse...

Eu sei, meu caro. estou me referindo àqueles hospitais públicos, com gerenciamento público que por um "acaso" tenham dupla porta de entrada. Se é que vc me entende...
Ou quer que os enumere (rs)

Passarim disse...

Serjão,
Não precisa, paciente do SUS em hospital público leva por tras, digo é recebido na portaira dos fundos, a principal é acesso da administração que não quer tomar conhecimento da procura, já que não pode resolver a questão. Mas 90% dos hospitais privados foram construídos com recursos do SUS, no passado e ainda hoje são mantidos assim e não oferecem tratamento digno para o pobre cidadão. Abs. Jarbas.

Serjão disse...

Vc continua não entendendo. Mas tudo bem. Deixa quieto.