Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

31 julho 2006

PRESÍDIO E DESPERDICIO FEDERAL

164 agentes e 1 só preso: Beira-Mar. Um mês após inauguração, presídio federal de Catanduvas segue vazio. A situação pode ser caótica no superlotado sistema prisional do País. Mas, na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, a realidade é diferente. Mais de um mês depois da inauguração, o presídio tem 207 celas vazias e 164 agentes penitenciários ganhando R$ 7 mil para cuidar de um único preso: o traficante carioca Fernandinho Beira-Mar, transferido para a unidade no dia 19.Beira-Mar reina absoluto no presídio, em uma cela individual de 7 metros quadrados. Chegou à cidade vindo da Superintendência da Polícia Federal em Brasília. A operação foi tão sigilosa que os 12 mil moradores de Catanduvas só souberam da presença do detento número 001 do presídio pela tevê. Fonte: Agência Estado/Último Segundo.

3 comentários:

Tiago Motta disse...

Pra você ver o quanto de dinheiro é desperdiçado na gestão de Lula. A infra-estrutura do país poderia ter avançado muito com, por exemplo, José Serra no lugar deste.

Weberth Mota disse...

Jarbas...

Muito bacana o 'APARTE', conteúdo e informação independente. Estarei por aqui sempre que puder.

Abraço, e Sucesso!

Passarim disse...

Tiago Motta,
A prova da incompetêncial para administrar o País é tão gritante que bandido preso dá prejuizo aos cofres públicos. Imagine os que estão a solta.Abs. Jarbas