Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

05 julho 2006

EXTERMINANDO CLASSES SOCIAIS

Distribuição de renda ? Que renda ? Não houve crescimento econômico, como ele pode distribuir uma renda que o País não tem. Ele está exterminando com classe média de onde ele tira imposto e achata a renda, gerando mais pobres e mais desempregados. O Governo Lula quer o Brasil com apenas duas classes: A e D. As demais classes, serão exterminadas se este Governo for reeleito. Para se manter no Poder o PT precisa de um País só de pobres, preferencialmente famintos para receber bolsa família.

Exterminando aposentados e pensionistas
É insuportável assistir o Governo Lula, um presidente, ex-trabalhador/sindicalista fazer política de arrocho salarial em cima de aposentados e pensionista. Um governante sem sensibilidade social para com os que mais necessitam. Cinco por cento de reajuste em aposentadorias e pensões é para contrariar todos, inclusive os filhos e netos destes aposentados e pensionistas que vivem as custas de seus pais e avos. Para os trabalhadores da ativa, sejam públicos ou privados, reajustes até contra a lei, para os outros, o resto, esmola.
Este Governo, deploravelmente, agora quer promover um genocídio, o mais eficiente crime contra a humanidade, que consiste em, com um ato só destruir, total ou parcialmente, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso, neste caso aposentados e pensionistas, causando-lhes grave lesão à integridade física ou mental; submetendo estes dois grupo a condições de vida sub-humanas, capazes de o destruir fisicamente, como assistimos nos asilos espalhados pelo País, onde são depositados como lixo, exceções a parte. O método que vem sendo usado são os reajustes inferiores para aposentados e pensionistas. Vão colocá-los, agora é Lula, em estado de inanição.
Pensando bem, quem vai detonar este Governo são os aposentados e pensionistas. Com a palavra os desempregados deste País, filho ou neto, que vivem as custas de um aposentado ou pensionista que vão ter cinco por cento de aumento. Quem não tiver um aposentado ou pensionista na família que vote no Lula. Eu sou você amanhã. Vovô e Vovó vão luta, agora é contra ! Eleitor desse Governo não tem mãe ou se tem então é péssima educadora. Consciência política também é responsabilidade maternal, social e cidadã.

6 comentários:

Lata Mágica disse...

Caro amigo Jarbas

Agradecemos sua visita constante e apoio ao nosso blog. Se você tiver alguma sugestão que melhore o nosso trabalho ou alguma dica que aumente o nosso tráfico na Internet,algum projeto ou programa que conheçam, por favor nos diga.
Um grande abraço dos amigos da Lata:
Odilene & Willam

agloria disse...

Não seja um lobo em pele de cordeiro.

Seja apenas um jornalista.

Passarim disse...

Glória,
Obrigado pela visita. Volte sempre. Eu gosto do contraditório, está em minha formação, faz parte de meus princípios a coerência, muito fora de moda no Brasil de hoje.
De volta ao tema: - Não há como separar o jornalista que sou, do sindicalista que fui durante 20 anos. Nós sindicalistas sempre defendemos a isonomia, ou seja, a igualdade de todos perante a lei, assegurada como princípio constitucional, assim como ele e seu ministro do Trabalho enquanto lideres sindicas também defenderam. Não é justo, é inadmissível o presidente Lula agir como um capitalista selvagem, sem sensibilidade sócio econômica com a relação aos aposentados e pensionistas. Isto sem se falar nos reajustes dos servidores públicos ( 1,5 milhões deles, todos com isonomia garantida) que terão correção de vencimentos, a revelia da lei eleitoral e sem nenhum movimento grevista reivindicatório, ou seja, é pura demagogia política eleitoral, em detrimento da classe de aposentados e pensionista. Sabe por que ele não vai dar o reajustes aos aposentados e pensionistas ? Resposta: por que são tão poucos que nem conseguem se organizar e se organizados, muitos não podem ou não conseguem comparecer as manifestações dado o estado de saúde, condições fisicas e mesmo o arrocho a que vem sendo submetidos a anos.

A coisa aqui tá preta...continue me visitando. Fale-me sobre direitos classistas e sociais do país onde vc mora atualmente. Abs Jarbas Cordeiro de Campos

Stella disse...

Jarbas, esse governo não se importa com ninguém a não ser consigo mesmo e com seu grupelho, para o restante é salve-se quem puder

Nat disse...

Jarbas, Lula extermina com todos nós. Então... detefon nele!!!!

Abs

Roberto Lopes disse...

O peso da “bolsa esmola” tão combatida anteriormente pelo “presidente” e seu clã, o leva a esse populismo chavista-barato. É o povo se deixando levar por pesquisas e para outro tipo de “curral eleitoral” o da esmola. Verdadeiramente está instituída a bolsa vagabundagem... Me dê seu voto que lhe dou um pedaço de pão.
E os dez milhões de empregos? Bem, promessas ninguém mais lembra, não é mesmo?
A partir de agora ELEITOR, já que não temos, graças a Deus, a seleçãozinha, rede de fazer bobo e seus galvões para nos empurrar de goelas abaixo esses produtos piratas... Não esqueçamos as tramóias dos Dirceus, Delubios, Silvinhos, Dudas, Genoinos, Cuecas dolarizadas, Okamottos, Paloffis, Lulinha-telemar, Valdomiros... deputados mensaleiros.
Não nos permitamos engolir que tudo isso já passou, era futrica da oposição...
Nem oposição temos!
Sem esse papo de “Seria tão mais fácil governar um país se a gente tivesse que cuidar só dos pobres porque os pobres não dão trabalho, o pobre quer apenas um pouco de pão, enquanto o rico, muitas vezes, quando encosta na gente, quer um bilhão". Que vergonha, sr. presidente!
Quem quer um bilhão, são os banqueiros... E nós sabemos quanto foi e é sua “generosidade” para com eles.
O trabalhador Brasileiro quer trabalho e não ser humilhado em filas de caixas de bancos para receber a tal esmola. Já os vagabundos, ficam. Estão contaminados pelo cheiro da cachaça que o boteco oferece ao lado antes mesmo de receber o que seria para seus filhos.
Não sou contra ninguém progredir, TRABALHANDO. Mas, o patrimônio do sr. lulla – é minúsculo, mesmo! - em 2002: R$ 422, 9 mil e em 2006: R$ 839.033,49, e vários apartamentos e terrenos.
Este é o “espetáculo do crescimento” que o senhor tanto fala? O seu e de sua família? Então ta...
E garanto que o pobre presidente também não sabe de onde vem tudo isso.
Já que não se respeita quem trabalha. Respeite pelo menos quem trabalhou a vida quase toda. Eu disse “TRABALHOU” . Não alguns com aposentadorias gordas como guerrilheiros-cagões que fazem parte de seu CLÃ e estão rindo à toa. Viviam na baderna. Trabalho? Que é isso?
É bom valorizar o voto, para o bem do Brasil.