Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

21 outubro 2020

Uma das especialidades do ministro MARCO AURÉLIO tem sido livrar da cadeia bandidos condenados e de altíssima periculosidade.

 

Não há dúvida! Não há a mínima dúvida de que, uma das especialidades do ministro MARCO AURÉLIO tem sido livrar da cadeia bandidos condenados e de altíssima periculosidade.
O Estadão analisou 225 decisões liminares (provisórias) concedidas em habeas corpus, todos elas distribuídos para o ministro em 2020. Em seguida, cruzou o nome dos réus com o Banco Nacional de Mandados de Prisão, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e constatou o seguinte:
Pelos menos 92 bandidos conseguiram liminares com o ministro Marco Aurélio e quase todas essas liminares foram embasas no vencimento do prazo de revisão das prisões, regra que, per si, constitui uma aberração judicial, já que torna ilegais prisões preventivas não reavaliadas a cada 90 dias.
O que é mais grave: desses 92 mandados de soltura, 21 criminosos constam no banco de dados do CNJ, com mandados de prisão em aberto, incluindo o líder da facção criminosa PCC André do Rap, solto recente por capricho desse capa-preta que, pelos atos, desmerece a toga que o encobre.
E dos 21 criminosos que estão no radar da polícia, todos com mandados de prisão em aberto, pelo menos 15 desses bandidos estão em condições judiciais semelhantes à do mega traficante, André do Rap, porque tiveram mandados de prisão expedidos após as derrubadas das liminares que foram generosamente concedidas pelo ministro Marco Aurélio.
As perguntas que eu gostaria de ouvir respostas do ministro MARCO AURÉLIO, são:
O que V. ex.ª ganha com isso? Qual é o propósito de V. ex.ª com as solturas de traficantes e criminosos poderosos?
Seria simplesmente anular dispositivos do código penal? Desmoralizar o trabalho da polícia e da própria justiça? Afrontar a sociedade que paga caro pela recaptura desses bandidos? Ou seria apenas para mostrar ao contribuinte brasileiro que o crime, na ótica de V. ex.ª, compensa?
Não me custa perguntar francamente: V. ex.ª sabe quais são as diferenças entre um inocente e um culpado? Sabe diferenciar “justiça justa” da “antijustiça” ou "justiça injusta”?
Ou há, de fato, alguma motição pessoal que induz o doutor MARCO AURÉLIO a ser tão generoso com a bandidagem?
Vamos, responda Sr. Ministro Marco Aurélio. Eu e o Brasil inteiro aguardamos com interesse as respostas de V. ex.ª.
Ruy Câmara
Escritor e sociólogo brasileiro

14 setembro 2020

Revista revela a relação entre Toffoli e empreiteiras

 

stf toffoliA revista digital Crusoé teve acesso, na integra, da apuração da Procuradoria-Geral da República sobre a relação de Dias Toffoli com as empreiteiras Odebrecht e OAS.

Em abril de 2019, uma reportagem da revista intitulada “O amigo do amigo de meu pai” foi censurada pelo ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das Fake News.

Segundo o empreiteiro Marcelo Odebrecht, o codinome fazia referência a José Antonio Dias Toffoli, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal, que à altura da troca de mensagens ocupava o posto de advogado-geral da União.

Toffoli deixou a presidência do STF nessa quinta-feira (10/9) após o ministro Luiz Fux assumir o posto.

“Os procuradores viram nesse conjunto de e-mails indícios suficientes para apurar, nas palavras deles, ‘o possível cometimento de fato penalmente relevante por José Antonio Dias Toffoli, praticado à época em que ocupava o cargo de advogado-geral da União’. As trocas de mensagens, com a devida contextualização, chegaram a ser reunidas em uma peça bem-acabada que deveria ser enviada na sequência a Edson Fachin pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, pedindo a abertura de um procedimento específico para apurar as suspeitas relacionadas a Toffoli. Não se tem notícia, até hoje, de que Aras tenha dado o devido encaminhamento ao material. Em vez de serem reconhecidos pela coragem da iniciativa, os procuradores que realizaram o trabalho só tiveram problemas – em junho passado, eles pediram demissão coletiva e deixaram o grupo de trabalho da Lava Jato na PGR por discordarem do animus de Augusto Aras em relação à operação”, destaca a Revista Crusoé.

Em julho, o jornalista Diego Escosteguy, do site Vortex Media, já havia afirmado que o empreiteiro Marcelo Odebrecht disse à Procuradoria-Geral da República que seu grupo empresarial mantinha um acerto ilícito com o então advogado-Geral da União, Dias Toffoli, e que fazia pagamentos a ele no decorrer do segundo mandato de Lula, entre 2007 e 2009.

A Crusoé teve acesso à íntegra do material reunido pelos investigadores e à gravação de um depoimento sigiloso no qual, por quase quatro horas, dois dos integrantes da então equipe da Lava Jato na PGR, com autorização do ministro Edson Fachin, ouviram Marcelo Odebrecht sobre os arquivos relacionados a Toffoli.

“Conjugados os e-mails e as respostas prestadas em viva voz por Marcelo Odebrecht, é possível saber, por exemplo, que a empreiteira pagou caro a um escritório de advocacia indicado pelo próprio Toffoli para ‘intermediar’ a relação com ele. Marcelo Odebrecht não chega a cravar, com todas as letras, que essa era uma forma de repassar dinheiro ao ministro, mas afirma que os e-mails, que sugerem a existência de um esquema para remunerar os favores por meio do tal intermediário, são claros. O empreiteiro também relata que era comum o envio de presentes a Toffoli e conta que, em pelo menos duas ocasiões, se reuniu pessoalmente com ele, fora de agenda oficial, para estreitar a relação e para tratar de assuntos de interesse da companhia – um dos encontros foi na casa do ministro, em Brasília, e outro no apartamento de um advogado indicado como “intermediário” da relação. A apuração preliminar dos procuradores mostra ainda que, com a anuência de Toffoli, a Odebrecht usou sua velha máquina de lobby no Congresso Nacional, aquela mesma que abastecia parlamentares com polpudas propinas, para ajudar na aprovação do nome do ministro para assumir a cadeira no Supremo, em 2009″, destaca a publicação.

Para investigar Toffoli, políticos cobram CPI da Lava Toga

Vários parlamentares se manifestaram sobre a reportagem da Revista Crusoé que traz detalhes das investigações da Procuradoria-Geral da República sobre as relações do ministro Dias Toffoli com empreiteiras, como Odebrecht e OAS.

Em um vídeo publicado pela revista, Marcelo Odebrecth explica como a sua empreiteira contou com os serviços do ministro. De acordo com a publicação, Toffoli era chamado de “amigo do amigo de meu pai”.

Integrantes do Senado e da Câmara classificaram como “graves” as revelações. Além disso, cobraram que as acusações sejam fortemente investigadas.

“Esse caso tem potencial de ser o maior escândalo da história Judiciário brasileiro. Não pode ser ignorado, nem pré-julgado, precisa ser apurado. É a credibilidade de um poder em jogo. A toga não é negra para esconder sujeira”, afirmou o deputado Paulo Martins (PSC-PR).

No Senado, parlamentares defenderam que os integrantes do Judiciário não são imunes. Para apurar as acusações, os senadores reacenderam o debate da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação de ministros do Supremo —  apelidada de CPI da Lava Toga.

“Precisamos de uma investigação. A CPI da Lava Toga precisa ser instaurada”, defendeu Oriovisto Guimarães (Podemos-PR).

De acordo com a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), a Casa já tentou três vezes criar a CPI, contudo faltou apoio dos demais parlamentares. “A instauração da CPI da Lava Toga é uma bandeira que defendo desde que assumi o mandato”, afirmou.

Na gaveta de Alcolumbre

Conforme a Revista Oeste mostrou, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) já tentou implementar diversas vezes a abertura da CPI. No entanto, nunca houve interesse por parte do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Em princípio, a proposta depende da assinatura de 27 parlamentares, além do aval de Alcolumbre. O objetivo da CPI seria investigar eventuais irregularidades nos tribunais superiores e o que é chamado de “ativismo judicial”, expressão que se refere a uma interferência do Judiciário nos demais Poderes.

Com informações, Revista Oeste

23 julho 2020

NOS GOSTARIAMOS SÓ DE ENTENDER!

Covid-19,
um Vírus Muito Louco 🤪

Ele não gosta de supermercados e padarias. Simplesmente não entra 🤔
Mas é mortal em bares, restaurantes, pequenos negócios, cabeleireiros e é pior em igrejas 🤨
Se não usar máscaras, mesmo dentro do seu carro e sozinho, o vírus te pega!!! Mas em ônibus, metrôs e trens, pode se aglomerar tranquilamente, pq ele não anda de transporte público 🙃
O vírus consegue viver na comida. Só que não, se for delivery 😋
O vírus não consegue sobreviver em bocas de fumo e bailes funk, especialmente os patrocinados pelo narcoterrorismo 💥
O vírus consegue sobreviver a um dia ensolarado na praia e prospera na água salgada. Até ganha mais força!!! 💪
O vírus respeita as ordens dos prefeitos e governadores e agora respeita o calendário dos campeonatos de futebol tbém ⚽️ Mas já que não tem torcidas, se for pra pegar só jogadores, comissão técnica e imprensa, ele nem vai... 😞
O vírus fica te esperando do lado de fora da sua casa para te atacar selvagemente na rua 😳
Ah, ele adora parques pq gosta de passear e pode pegar vc, mesmo que esteja sozinho!!! Por isso, te levam pra delegacia, pois lá ele não entra pq tem medo de ficar preso!!! Mas é tudo para o seu bem... 👊 Tem multa tbém (???) mas deve ser pra colaborar na compra de respiradores que não entregam ou não funcionam!!! 🤬
A hidroxicloroquina não funciona contra o vírus entre os cidadãos comuns, mas se você for um político, funciona (basta usar) 😉
Embora o vírus mate pessoas, aparentemente ele cura doenças do coração, derrames, câncer, diabetes, gripe comum e outras doenças respiratórias... Parece que quase nem existem mais... 🧐
O vírus é super mortal contra as pessoas que se negam a ficarem em casa. Porém, ele ataca menos as pessoas que acreditam nele (parceiro) 😜
Esse vírus entrou no Brasil em novembro de 2019 (fato comprovado no esgoto residencial de Floripa) mas era só uma “gripezinha” até fevereiro. Inclusive, durante o carnaval, o danado aproveitou para dormir e acordou só em março (dorminhoco) 🤨
O vírus também tem ajudado secretários de saúde a guardarem dinheiro em casa 💲
Esse é um vírus novo, sobre o qual não se sabe quase nada... Mas, para os “inteligentes”, deixa a “certeza” de que ficar em casa te “protege” e que hidroxicloroquina, depois de ser usada por décadas, virou veneno ☠️
🤨🤔😉
(Copiado e colado) autor desconhecido