Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

19 setembro 2006

DUAS SEMANAS, TRÊS CRIMES: FALCATRUA, CHANTAGEM E GRAMPOS


PFL DEFENDE CASSAÇÃO DO REGISTRO DO PT
O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), defendeu a cassação do registro da candidatura do PT, partido do presidente-candidato Luiz Inácio Lula da Silva. ''Como sempre o PT vive no submundo do crime, da falcatrua, da chantagem e do uso do dinheiro público'', afirmou o senador.
''Em duas semanas são dois crimes. Primeiro, o episódio das cartilhas (denúncia do Tribunal de Contas da União de que a Secom imprimiu material para o PT divulgar o governo Lula) e agora essa (de que o partido teria pago pelo dossiê Vedoin para prejudicar as candidaturas do PSDB, sobretudo a de José Serra ao governo paulista). O PT tem de ter o registro cassado'', defendeu o pefelista, que integra a coordenação da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência.
O suposto envolvimento do PT na compra do dossiê Vedoin dominou a campanha eleitoral no final de semana. O PSDB utilizou o caso no horário eleitoral gratuito de Alckmin, no sábado à noite.
Ontem, o partido também utilizou suas inserções de 30 segundos ao longo da programação para criticar ''o uso de baixarias'' na campanha eleitoral. Em uma delas, uma locutora dizia: ''Você já viu uma crítica construir uma escola? Um xingamento asfaltar uma rua? A gente sabe que não é isso que você quer ouvir, não é mesmo? Por isso, diga não à baixaria.'' Vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) à presidência da República, José Jorge acompanhou Heráclito no discurso. “Achei que a história das cartilhas seria o último escândalo do governo Lula (o Tribunal de Contas da União acusa o governo de distribuir, por meio do PT, cartilhas de propaganda institucional). Mas agora aparecem os grampos, os dossiês e o Lula dizendo que quer fechar o Congresso. Eu deveria estar em campanha, mas estou aqui para denunciar isso. Na verdade, nem sei por onde começar”, disse.Fonte: G1

6 comentários:

Stella disse...

são tantos os crimes mas a impunidade continua, agora falam outra vez no impedimento de Lula, mas ele continua não sabendo de nada, espero que nas urnas o povo saiba mais do que ele

cilene disse...

que saber o que acho...nao vai dar em nada...ate porque o PFL , me Deus, deve estar no mesmo barco..esse Lula vai ser reeleito e esse Brasil vai continuar do mesmo jeito..sabe...estou cheia desses malditos todos

Cecília França disse...

Bom, o próprio presidente do TSE, Marco Aurélio (um dos que teve seus telefones grampeados) chegou a admitir a impugnação da candidatura de Lula, caso seja provada sua ligação com o caso do dossiê. Mesmo considerando pouco provável essa decisão desfavorável ao presidente, a possibilidade existe e, quem sabe, com pressão popular ela se concretizará?
Abraços.

Tiago Motta disse...

PT = Partido dos Trambiqueiros!

Edd disse...

Parabéns pelo blog!

Eu, por mim mesma. disse...

oi, acabei de ler seu comentario.
Que surpresa boa, achei que nunca me deixariam um recado. Não falei sobre esse blog com ninguém.
Mas seja sempre bem-vindo, ficarei feliz sempre que visita-lo.
Gostei muito das coisas que você ecreve... saindo do meu mundo dos sonhos e desejos dei de cara com a realidade dura e perversa. Parece ironia da vida...
Estarei sempre por aqui.
Abraços.