Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

02 março 2007

SEM CAPACIDADE PARA INDIGNARMOS




O que é que custa quase R$ 6.000,00/ litro e não é nem para beber ???

Resposta: TINTA DE IMPRESSORA !!!

VOCES JÁ TINHAM FEITO O CÁLCULO???

Vejam o que estão fazendo conosco: já nos acostumamos violência - se é que é possível - aos roubos e furtos e ninguém reclama mais do abuso, exorbitância da pratica comercial monopolizada.

Há não muito tempo atrás, as impressoras eram caras e barulhentas. Com as impressoras a jatos de tinta, o mercado matricial doméstico mudou, pois todos foram seduzidos pela qualidade, velocidade e facilidade dessas novas impressoras.

Aí veio a grande sacada dos fabricantes: oferecer impressoras cada vez mais e mais baratas, e cartuchos cada vez mais e mais caros. Nos casos dos modelos mais baratos, o conjunto de cartuchos pode custar mais do que a própria impressora...

Olha só o cúmulo: pode acontecer de compensar mais trocar a impressora do que fazer a reposião de cartuchos.

VEJAM ESTE EXEMPLO:

Uma HP DJ3845 é vendida nas principais lojas por R$170,00. A reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido), fica em torno de R$130,00.
Daí você vende a sua impressora semi-nova sem os cartuchos por uns R$90,00 (pra vender rápido), junta mais R$80,00 e compra uma nova impressora e com cartuchos originais de fábrica, ainda economizará R$50,00 !

Os fabricantes fingem que nem é com eles, dizem que é caro por ser tecnologia de ponta...

Para piorar, de uns tempos para cá passaram a diminuir a quantidade de tinta (mantendo o preço)...

Um Cartucho HP, com míseros 10ml de tinta custa R$55,99. Isso dá R$5,99 por mililitro. Só para comparação, Champagne Veuve Clicquot City Travelle custa R$1,29 por mililitro.

Só acrescentando... As impressoras HP1410, 3920 que usam os cartuchos HP 21 e 22, estão vindo somente com 5 ml de tinta!!!

A Lexmark vende um cartucho para a linha de impressoras X, cartucho 26, com 5,5 ml de tinta colorida por R$75,00.

Fazendo as contas: 1.000ml /5.5ml = 181 cartuchos * R$75,00 = R$13.575,00

R$13.575,00 por um litro de tinta colorida . . . um assalto!!!
Com este valor podemos comprar: 300gr de OURO ou 3 TVs de Plasma de 42 ou 1 UNO Mille 2003 ou 45 impressoras que utilizam este cartucho ou ainda 6 notebooks ou 8 Micros Intel com 256MB, entre outros equipamentos.

Repassem e fiquem indignados, pois os parlamentares alegam que o povo não reclama de nada, que perdeu a capacidade de se indignar!
Cadê o CODEC, o INMETRO ? Depois querem reclamar da pirataria !

4 comentários:

Blogue da Magui disse...

Tem razão.Muito oportua a seu texto.Eu tenho uma impressora funcionando mas que entupiu o cartucho.Não tem cartucho novo para comprar.Assim a impressora perfeita vai ter que ser jogada no lixo.Não me conformo.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Jarbas:

É a segunda tentativa para entrar com este comentário que estou a redigir. Vamos a ver se é desta.

Esta é uma tecnologia condenada ao fracasso que precisa urgentemente ser alterada.
Só para se ter uma ideia são precisos 5 litros de petróleo para fabricar um único tinteiro.
Dá para ver o problema associado.

Fico incrédulo como um país como o Brasil, com um mercado imenso, ainda não houve alguém que começasse a produzir tinteiros da concorrência ou, no mínimo, a reciclá-los em número apreciável e que obrigasse á diminuição do seu preço modificando a relação custo/procura.

Aqui em Portugal pode-se adquirir um tinteiro reciclado HP de 19ml a cores por R$48,00 e a preto por R$36,00.

Vou começar a exportar para o Brasil :-)

Bom fim de semana.
Um abraço,

NB: Tenho sido visita regular mas não tenho comentado depois que o fiz uma série de vezes e tu não retribuis-te. Pensei até que tivesse escrito algo que não tivesses gostado. Só por isso mais nada.

Ricardo Rayol disse...

É os caras levam ao extremo essa estória de produto vital.

Cristina Lima disse...

Caramba!!!
ainda bem que temos a recarga!