Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

04 outubro 2006

LULA SEMPRE SOUBE E MANDOU, ELE NÃO DELEGA PODERES

O jurista DR. Hélio Bicudo: Lula sabia e mandou cometer crimes. O ex-petista Hélio Bicudo, que acompanha a trajetória do candidato-presidente há 25 anos, desde a formação do PT , declarou em entrevista ao jornal Tribuna da Imprensa, do Rio de Janeiro, que "Lula nunca delegou o poder a ninguém, ele sempre exerceu o poder dentro do partido", quando questionado sobre quem era o responsável pela onda de corrupção.
O jornalista Luiz Nogueira havia perguntado ao jurista se ele acreditava que José Dirceu era o maior responsável pela formação da quadrilha organizada para tentar garantir a continuidade no poder, conforme denúncia do procurador geral da República ao Supremo Tribunal Federal.
Dr. Hélio Bicudo, que já foi procurador de Justiça do Estado de São Paulo, acrescentou que não acredita que José Dirceu tivesse a autonomia para atuar como ele atuou. Dirceu só teria atuado da forma que atuou porque Lula teria conhecimento do que ele estava fazendo.
"Não só conhecimento como participação do Lula naquilo que ele estava fazendo."
O conceituado jurista afirmou ainda que "o presidente Lula foi o mandante e o beneficiário de parte da corrupção denunciada pelas CPIs". E foi além: "o Procurador Geral da República deveria ter denunciado também o presidente Lula porque no regime presidencial, o presidente não pode alegar ignorância dos fatos da administração". Para ele, está claro o "conluio entre o Lula e o José Dirceu, para que o José Dirceu assumisse a responsabilidade, fosse ele punido e os outros não, que também participaram, para que o Lula parecesse como uma pessoa virginal, que ignora tudo e que é traído pelos amigos".
O Dr. Hélio Bicudo não se conforma com o fato de o escândalo das ambulâncias acontecer num país democrático e questiona como o Procurador-Geral da República pôde denunciar todos aqueles que foram acusados de atos de corrupção no mensalão e deixar o presidente da República de fora.
O jurista aponta também a estratégia do PT para tentar a reeleição. Dr. Hélio Bicudo lembra que há alguns anos, durante uma conversa com José Dirceu, ele disse que a grande estratégia para a reeleição do Lula seria usar o Bolsa Família: "Então, isto tudo foi arquitetado não para que o Lula administrasse o país, mas para que o Lula recebesse as benesses da administração e fosse reeleito mais quatro anos".Encaminhe essa notícia a seus amigos.
O povo brasileiro tem o direito de tomar conhecimento desses fatos para poder decidir acertadamente nestas eleições. Perceba que as informações foram fornecidas pelo Ex Procurador de Justiça do Estado de São Pauloe juntamente com LULA, fundador do PARTIDO DOS TRABALHADORES.

5 comentários:

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Jarbas:

Estou a pensar seriamente em investir no Brasil.
Qual é a tua opinião sobre qual dos candidatos oferece melhores garantias para o efeito?

Um abraço,

Nat disse...

Ele sabe, ele sabe, ele sabe!!! Lula é o PT. Muito oportuno seu post, Jarbas!

Cris Zimermann disse...

Bom dia, Jarbas!

Mais pecinhas desse nojento quebra-cabeça. Não tem como as pessoas menos esclarecidas não ficarem confusas. Pra simplificar, pega o quebra-cabeça e joga fora rsrs. Agora, já pensou se o Alckmim ganhar mesmo e depois de um tempo começar a surtar? O nariz pontudo de pinóquio ele já tem. E vamos vivendo nesse país de 'brinquedo'.

bjsss

Guilherme Roesler disse...

Jarbas, muito interessante. Principalemte pelo fato do sr. Bicudo dizer isso agora, quando ja saiu do PT. Será qu quando ele estava lá não viu nada de "diferente"? Duvido muito... Abcs, Guilherme

Rodrigo disse...

O Senador Arhur Virgíli, do PSDB do Amazonas, disse, não há muito, que Lula "é idiota ou corrupto". Idiota se não sabia de nada do que se passava e corrupto se tinha conhecimento dos fatos.

Qualquer que seja a conclusão, contudo, tanto a primeira quanto a segunda opção nos levam a um presidente sem as mínimas condições de governar o Brasil.

Abraços,
Rodrigo