Jornalista Jarbas Cordeiro de Campos

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Jornalista formado pela FAFI-BH,especializado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela ESPMG. "O Tribunal Supremo dos EUA decidiu que "só uma imprensa livre e sem amarras pode expôr eficazmente as mentiras de um governo." Nós concordamos."

20 fevereiro 2008

LIBERDADE AINDA QUE TARDIA PARA CUBA

Para Cuba, Brasil pode ser alternativa à Venezuela, diz jornal
Na opinião de integrantes da cúpula do governo brasileiro, Raúl deseja empenho de Lula para tentar convencer os Estados Unidos a pôr fim ao bloqueio econômico que teve início em 1962. Num cenário de transição mais rápida do que a atual, Lula avalia que os empresários brasileiros deveriam acelerar planos de investimento em Cuba. O brasileiro pretende estimular esses empreendimentos.
Triangulação
Nas palavras de um ministro, o Brasil é um dos poucos países do mundo capazes de dialogar com o regime cubano, Chávez e o governo norte-americano. Logo, poderá ser mais útil do que Chávez, líder em conflito com os Estados Unidos e com a Colômbia. Na disputa com a Venezuela pela liderança na América Latina, interessaria ao Brasil socorrer Cuba no cenário pós-Fidel.
Na reunião com Lula, Raúl elogiou o presidente da Venezuela, dizendo que ele tem sido um bom parceiro. Raúl destacou que Chávez ajudara Cuba num momento de enfrentamento duro com a gestão do republicano George W. Bush, no poder em Washington desde janeiro de 2001.Segundo apurou a Folha, Raúl, mais moderado na economia e na política do que Fidel, vê em Lula uma forma de se descolar um pouco de Chávez sem melindrar o venezuelano. Afinal, são antigos e fortes os laços de amizade de Lula e do PT com Fidel e Cuba.
Com a saída de cena de Fidel, Raúl deverá fazer acenos para a comunidade internacional, disseram à Folha auxiliares de Lula que acompanharam o brasileiro em Havana. Lula disse a Raúl que avanços econômicos deveriam ser acompanhados de maior abertura política. Para o petista, Raúl deveria fazer um gesto na área de direitos humanos (prisioneiros políticos) para demonstrar que deseja uma transição de verdade e não somente replicar o modelo chinês (abertura na economia e mão-de-ferro na política).
Impressões lulistas
Apesar de amigo de Lula, Fidel alfinetou o petista nos últimos anos em questões como os biocombustíveis e a boa relação com Bush. Chávez fez dobradinha com Fidel em algumas críticas.
A recomposição da relação com Fidel foi um dos objetivos da recente viagem de Lula à ilha. O encontro deles durou mais de duas horas. Fidel recebeu Lula de pé, o que surpreendeu o petista. Lula esperava encontrar um líder mais alquebrado, mas o achou lúcido e com boa memória. E revelou a auxiliares que Fidel lhe dera a entender que não voltaria ao poder.Lula também se surpreendeu com o bom humor de Raúl. Julgou o irmão de Fidel mais confiante do que em outros encontros que tiveram. O presidente brasileiro crê que Raúl se consolidou como o sucessor do irmão, de quem era uma sombra.

2 comentários:

Thomaz Campos disse...

Caro Jarbas...

Achei interessante seu Blog e adicionei eles em meus favoritos....se quiser visitar meu blog, o endereço é: www.bocamalditaparana.blogspot.com

Um Abraço!!

www.77yum.com disse...

財神娛樂評價
體育投注
體育分析
首席娛樂城
香港六合彩
龍筋按摩
口交吞精影片
通博
一夜情聊天室